Polícia Japonesa Investiga Perfis em Redes Sociais por Vazamento de Mangás

0

No dia 25 de fevereiro de 2024, uma equipe de investigação conjunta das polícias de Kumamoto e Niigata realizou a prisão de dois homens, incluindo Musa Samir (36), residente em Shinjuku, Tóquio, por suspeita de violação de direitos autorais ao divulgar imagens da revista “Weekly Shonen Magazine” antes do lançamento oficial na internet. A equipe também está investigando perfis em redes sociais e sites que compartilham capítulos vazados de mangás antes de sua publicação oficial.

Samir, um estrangeiro que é empresário, foi novamente detido sob a suspeita de violação da lei de direitos autorais. O ato de disponibilizar ilegalmente imagens de mangás antes do lançamento é conhecido como “early reveal” ou “早バレ” no Japão.

A equipe de investigação havia prendido previamente os dois indivíduos em 4 de janeiro, acusados de realizar “early reveals” da revista “Weekly Shonen Jump”. Segundo a polícia de Kumamoto, Samir opera uma empresa que vende produtos relacionados a mangás e adquiria as revistas através de intermediários. Os mangás eram traduzidos para o inglês e repostados em vários sites.

As prisões estão relacionadas à suspeita de que, em torno de 3 de setembro de 2023 e 13 de janeiro de 2024, eles divulgaram imagens de mangás publicados na “Weekly Shonen Magazine” vários dias antes do lançamento oficial na internet.

De acordo com fontes ligadas à investigação, os dois indivíduos admitiram que realizaram os “early reveals” da revista “Weekly Shonen Jump” para aumentar os lucros de sua empresa.

Fonte: Nikkei

Isto foi útil?

Otaku Saver
ESCRITO POR

Otaku Saver

Otaku Saver nasceu em março de 2023, com a missão de trazer informações em primeira mão e de fontes confiáveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.